domingo, 27 de agosto de 2017

Os meus Gatos



Apresento os meus gatos. .
Vou começar pela amarela, a Hortelã. Encontrámo-la  na rua com cerca de duas semanas, em muito mau estado. Doente e mal tratada. Sorte a dela haver cá em casa uma Veterinária que a reabilitou e salvou. É a nossa gata mais normal. Parece mesmo um gato. Muito meiga, gosta de estar sempre onde nós estamos. Tem uma predileção por sitios altos.
A que está ao lado é a Pimenta. Quando a Hortelã veio cá para casa, fomos a uma loja de animais comprar-lhe uma cama e estavam lá cinco gatos bebés para adoção, sendo um deles a Pimenta. Foi amor à primeira vista e trouxemo-la para casa juntamente com a cama nova da Hortelã. Demoraram cerca de três dias a relacionarem-se e desde aí que são como irmãs legítimas. A Pimenta é a Gótica lá de casa, adora isolar-se, esconder-se dentro de armários e gavetas o que por vezes nos faz andar imenso tempo à procura dela. Só vem ter connosco quando lhe apetece.
O de cima que está deitado em cima dos livros é o Mário. É um gato que estava no canil e que veio muito traumatizado. Foi o único sobrevivente de cerca de 20 gatos que foram atacados por cães e no canil tinha um comportamento que indicava ser agressivo para com as pessoas, o que fazia com que ninguém o adoptasse. Na verdade não é nada agressivo, É super medroso e raramente deixa que o agarremos, foge sempre que o tentamos fazer. Agora, passados uns meses já vem ter connosco e deita-se ao nosso lado, mas se lhe começamos a fazer festinhas foge e vai para o sitio favorito, A Pilha de Livros de História de Arte.
Já são parte da Família e mesmo com alguns desajustes, são os melhores gatos do Mundo.